ARMA DE FOGO

Criança que perde a visão após acidente com arma de fogo e necessita de ajuda financeira para nova cirurgia

A criança foi socorrida e encaminhada para o Hospital Regional de Picos, e depois transferida para Teresina,

20/02/2020 11h52Atualizado há 2 meses
Por: Portal suldopiaui.com.br
Fonte: PORTALENOTICIAS.COM.BR
172

A senhora Maria Eunice, residente no povoado Boa Viagem, município de Francisco Santos, é avó do garoto de iniciais W. S. S, de 9 anos, que foi atingido por um tiro de espingarda bate bucha no município vizinho no dia 20 de janeiro deste ano. O autor do disparo é o ex-namorado da tia da vítima que não aceitava o fim do relacionamento e ao tentar acertar a ex-companheira, atingiu o menino.

A criança foi socorrida e encaminhada para o Hospital Regional de Picos, e depois transferida para Teresina, onde passou por uma intervenção cirúrgica. Ele perdeu a visão do olho atingido. A criança necessita realizar outra cirurgia, que custa seis mil reais e família não tem condições financeiras de arcar com as despesas.

A dona de casa, Maria Eunice, fez um apelo pedindo ajuda para a comunidade da região para conseguir realizar o tratamento do seu neto.

“Eu já levei ele para Teresina, fizeram uma cirurgia e agora ele tem que fazer outra e eu não tenho condições. Ele toma muito medicamento, remédio controlado. Eu não sei o que fazer e estou pedindo uma ajuda. Ele sente dor, dá febre e é no medicamento o tempo todo”, contou.

Maria Eunice informou ainda que a mãe do garoto está com depressão após o ocorrido, o que agrava ainda mais a situação da família.

“Eu peço a todos que tiverem um bom coração que puder ajudar esse inocente, só Deus que vai dar a recompensa. Eu não tenho condições nenhum e quem puder colaborar com essa caridade para eu fazer o tratamento do meu netinho”, pediu.

O garoto W. S. S relatou a dificuldade que está enfrentando e reforçou o pedido feito por sua avó. Ele disse não pode mais brincar com seus amigos e por enquanto não pode ir à escola estudar devido ao problema no olho, que está tampado ainda devido ao tiro que levou.

“Meu olho pinica, dói, parece que é a pólvora que queima por dentro e na hora que eu choro, mainha bota um remédio, aí eu durmo e passa. Eu tenho vontade de estudar ainda, mas eu não posso ir para a escola porque eu tenho que fazer meus tratamentos. Eu tenho falta dos meus amigos e da minha escola”, disse a criança de 09 anos.

Ajuda

Quem puder contribuir financeiramente para a realização da cirurgia de W. S. S, pode deixar qualquer valor na sede das rádios Grande FM e Difusora de Picos, ou procurar a família na localidade Boa Viagem, município de Francisco Santos, ou fazer o depósito em uma conta na Caixa.

Conta: 
Agência:0639
Operação:023
Conta: 46798-0
Adriana de Sousa Silva