Corona Vírus

Sesapi confirma seis casos suspeitos de coronavírus no Piauí; nove foram descartados

Sesapi confirma seis casos suspeitos de coronavírus no Piauí; nove foram descartados.

12/03/2020 15h56Atualizado há 2 semanas
Por: Tâmara
Fonte: G1
22
Foto: Josué Damacena/IOC/Fiocruz
Foto: Josué Damacena/IOC/Fiocruz

Seis casos suspeitos de coronavírus, COVID-19, são monitorados pela Secretaria de Estado da Saúde do Piauí (Sesapi), segundo o novo boletim divulgado nesta quinta-feira (12). Dos 15 casos notificados, nove foram descartados. O secretário de saúde, Florentino Neto, convocou uma reunião com todos os diretores das unidades de saúde para esta sexta-feira (13) para tratar as medidas preventivas adotadas pela secretaria e intensificar o plano de contingência desenvolvido pelo órgão.

“Até a tarde desta quinta-feira (12) nós temos 15 casos notificados, desses nove foram descartados e continuamos com seis casos em investigação. Estão sendo convocados diretores geral e clínicos do hospitais para uma nova reunião na Secretária de Saúde, para que haja uma discussão a respeito do nosso plano de contingência e as particularidades de cada hospital”, contou do diretor do Instituto de Doenças Tropicais Natan Portela, o médico José Noronha.

Segundo José Noronha, a declaração de pandemia divulgada pelo Organização Mundial da Saúde (OMS) não muda as orientações dadas pelos órgãos de saúde, mas serve para que medidas sejam tomadas com mais assertividade. Além disso, significa que há uma nova doença que se multiplica por vários países que já atinge a nível local.

“A gente precisa dar prioridade no sentido de combater essa doença. Essa definição não muda as recomendações que já vinham sendo dadas pelo Ministério da Saúde e pela Organização Mundial da Saúde. Diariamente são liberados boletins atualizando as condições da doença ao redor do mundo e também com novas recomendações para os profissionais de saúde”, disse.

O secretário de saúde do Piauí, Florentino Alves Veras Neto, informou que foi realizada uma reunião na tarde desta quinta-feira (12) para avaliar as condições para a execução do plano de ação. “Fizemos uma checagem de várias ações dos casos que foram suspeitos, daqueles que foram descartados e dos processos de investigação dos casos que ainda são consideramos suspeitos. Nós temos um processo de estruturação, aqui adquirimos equipamentos de proteção individual para os nossos profissionais e isso já foi distribuído para a rede”, explicou.