Corona Vírus

MPF-PI suspende eventos e atendimento presencial para evitar contágio do coronavírus

A portaria estabelecendo as medidas temporárias foi expedida pelo procurador-chefe da Procuradoria da República no Estado do Piauí, Israel Gonçalves Santos Silva.

15/03/2020 16h46
Por: Tâmara
Fonte: G1
15
Foto: Andrê Nascimento/ G1 PI
Foto: Andrê Nascimento/ G1 PI

O Ministério Público Federal no Piauí (MPF-PI) suspendeu, temporariamente, o acesso do público externo à biblioteca, a realização de eventos e o atendimento presencial de público externo que possa ser prestado por meio eletrônico ou telefônico. As medidas adotadas são de prevenção ao contágio pelo coronavírus, Covid-19.

A portaria estabelecendo as medidas temporárias foi expedida pelo procurador-chefe da Procuradoria da República no Estado do Piauí, Israel Gonçalves Santos Silva. As ações devem ser adotas no âmbito das unidades do MPF no Piauí.

A portaria também estabelece as regras de realização do teletrabalho pelos integrantes da instituição de modo a garantir o atendimento presencial, necessário ao pleno funcionamento das unidades do órgão no estado.

De acordo com o último boletim da Secretaria de Estado da Saúde do Piauí (Sesapi), divulgado na sexta-feira (13), dos 15 casos notificados, nove foram descartados e seis estão sendo monitorados. Já a Fundação Municipal de Saúde (FMS) informou que 19 casos suspeitos do coronavírus foram registrados somente em Teresina até sábado (14).

 

Outros órgãos adotam medidas

Tribunal de Justiça e Ministério Público do Trabalho do Piauí determinaram que parte dos servidores devem passar a trabalhar em casa devido ao surto da Covid-19, doença transmitida pelo coronavírus. Por meio de portarias, os órgãos estabeleceram que parte dos funcionários e estagiários vão atuar em regime de teletrabalho.

Já o Ministério Público do Piauí (MP-PI) assinou um ato suspendendo todos os eventos da instituição em que haja a grande concentração de pessoas em ambientes fechados, por até 30 dias. O órgão reforçou que os cidadãos podem usar os canais digitais de contato disponibilizados pela instituição para registrar manifestações como denúncias e reclamações, fazer acompanhamento processual, entre outros.

O Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) Itinerante também cancelou a programação de atividades previstas para o mês do Consumidor, devido ao pacote de ações adotadas para prevenir o eventual surgimento de casos da Covid-19 no estado.

"Estamos disponíveis para atendê-lo por via eletrônica ou telefônica.✅ Você pode utilizar todos os recursos tecnológicos disponíveis para contato com nossa Ouvidoria", informou.