Corona Vírus

Polícias farão abordagens a ônibus interestaduais para controle do coronavírus no Piauí

Passageiros serão monitorados e orientados para ficar em isolamento.

20/03/2020 12h21
Por: Tâmara
Fonte: G1
16
Foto: Divulgação/PRF
Foto: Divulgação/PRF

Uma parceria entre as polícias Civil, Militar e Rodoviária Federal permitirá abordagens a ônibus regulares e clandestinos que vierem de outros estados para o Piauí, para controle do coronavírus. Após decreto assinado nesta quinta-feira (19) pelo governador Wellington Dias (PT), as corporações realizaram reunião. As fiscalizações com monitoramento de passageiros devem ter início, segundo o secretário de Segurança Pública do estado, capitão Fábio Abreu, na segunda-feira (23).

"Vamos fazer as abordagens nas entradas, identificar os passagens, pedir documentos e saber o local de origem e principalmente o destino dessas pessoas no estado, para qual cidade está indo, para termos controle. Assim, essa pessoa, na cidade final, será recebida por uma equipe e será orientada", explicou o secretário Fábio Abreu.

Todos os passageiros que entrarem no estado, independente do estado do qual vierem, serão orientados a ficar em isolamento pelo período da quarentena, cerca de 15 dias. Segundo Fábio Abreu, os policiais estão passando por treinamento com profissionais de saúde e da vigilância sanitária, quanto à forma correta de atuação.

Após reunião realizada nesta sexta (20), o comandante geral da Polícia Militar do Piauí, coronel Lindomar Castilho, informou que está orientando os policiais sobre as abordagens, diante da pandemia do coronavírus, que já tem casos confirmados no estado.

Veículos serão monitorados na divisa

Entre as estratégias a serem implantadas para controlar o fluxo de pessoas na divisa do estado, uma das expedidas no decreto de calamidade, está o monitoramento nas divisas do estado.

A partir de agora, todas as pessoas que atravessarem as divisas serão acompanhadas e monitoradas pelos órgãos responsáveis. A orientação é trabalhar em cada ponto de entrada para saber a rota do veículo dentro do estado e orientar para que este viajante não tenha contato com a pessoa de risco.