Sesapi

Governo do PI e Prefeitura de Teresina compram 200 respiradores em parceria; 8 cidades terão UTIs

Respiradores mecânicos ajudarão pacientes em estado grave por conta da Covid-19. Aparelhos serão distribuídos para capital e interior do estado.

08/04/2020 17h26
Por: Tâmara
Fonte: G1
27
 Foto: Divulgação/Sesapi
Foto: Divulgação/Sesapi

Em uma ação conjunta, o governo do estado e a Prefeitura de Teresina farão a compra de 200 respiradores mecânicos, equipamentos importantes no atendimento aos pacientes afetados gravemente pela Covid-19. Além disso, em todo o estado, oito cidades deverão ter leitos de UTI. O estado já registrou cinco mortes pela doença, com 31 pacientes infectados pelo novo coronavírus.

O governador explicou que autorizou a Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) a realizar a compra conjunta e disse que, além dos 200 aparelhos, há mais 130 já adquiridos que serão distribuídos.

“Conseguimos uma empresa que se prontificou a entregar 200 respiradores, isso é muito importante para a necessidade que temos, pois com essa compra temos chances de atingir as metas. Temos mais 81 respiradores que estamos aguardando, incluindo 59 que compramos, que estão em posse do Ministério da Saúde e vamos buscar, nem que seja por via judicial para, assim, garantir a entrega”, afirmou Wellington Dias.

Os 200 respiradores irão atender a rede de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), salas de estabilização de toda a capitão e do interior do estado. Serão divididos de modo que fique 100 respiradores para a Rede Hospitalar do Estado e 100 para a Rede Municipal de Teresina e Água Branca.

Leitos de UTI

O governo informou ainda que vai instalar 156 novos leitos de UTI para atender exclusivamente os pacientes com a Covid-19. Além de Teresina, que ganhará 60 novos leitos, serão reservados 96 para os municípios do interior. Atualmente, existem 77 leitos desse tipo em funcionamento no Estado: 66 em Teresina e 11 distribuídos nas cidades de Piripiri, Parnaíba, Picos e Oeiras.

Ao todo, serão 21 municípios do Piauí preparados para atender os pacientes com a Covid-19. Desse total, sete cidades, além de Teresina, terão leitos de UTI. As demais terão leitos clínicos, mas em caso de os pacientes precisarem de ventiladores, serão encaminhados para os hospitais de referência.Terão leitos de UTI as cidades de Teresina, Parnaíba, Picos, Floriano, Piripiri, Oeiras e São Raimundo Nonato.

As que terão os leitos clínicos são Amarante, Barras, Bom Jesus, Uruçuí, Esperantina, Elesbão Veloso, Curimatá, Corrente, Valença, Canto do Buriti, Campo Maior, São João do Piauí, São Miguel do Tapuio, Simplício Mendes e Luzilândia.

Além dos leitos nos hospitais, o Governo do Estado vai construir um hospital de campanha no Ginásio Verdão, com 100 leitos clínicos. O hospital deve ficar pronto 10 dias após a assinatura do contrato com a empresa, o que deve acontecer na próxima semana. Assim, o Piauí terá, no total, 475 leitos de enfermaria para atender os pacientes de Covid-19.