SAMU

Samu em Teresina recebeu 180 trotes e alerta para uso consciente da urgência

Alerta para número expressivo de trotes recebidos pelo número 192. Somente no ano de 2019 foram 180 trotes.

05/01/2020 20h52Atualizado há 6 meses
Por:
Fonte: Cidade Verde
532
Foto: Ascom/FMS
Foto: Ascom/FMS

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) alertou para o número expressivo de trotes recebidos pelo número 192. Somente no ano de 2019 foram 180 trotes; sete deles provenientes da zona rural de Teresina. 

O diretor médico do SAMU de Teresina, José Ivaldo, afirma que os trotes geram prejuízos irreparáveis ao serviço porque provocam o uso desnecessário das viaturas, gastando tempo e recursos que, de fato, poderiam ser usados para salvar vidas. "Muitas vezes, mobilizamos e deslocamos ambulância e pessoal para fazer um atendimento que não é real”, acrescenta.  

A ligação para o 192 é gratuita de qualquer telefone para agilizar o atendimento de urgência. Se, por um lado, universaliza o acesso, por outro, facilita o seu uso incorreto. Atualmente, Teresina possui oito viaturas de suporte básico, três de suporte avançado e quatro motolâncias. 

"O serviço deve ser acionado sempre que houver acidentes com vítimas, choque elétrico ou acidentes com produtos perigosos; em casos de problemas cardiorrespiratórios, intoxicação, trauma ou queimaduras. O SAMU também atende casos de quadros infecciosos, maus-tratos,trabalhos de parto ou crises hipertensivas", informa a direção.

As viaturas ficam posicionadas em locais estratégicos: 

Zona Norte: nos hospitais Mariano Castelo Branco e Buenos Aires, com duas viaturas de suporte básico e uma motolância.
Zona Sudeste: existe um ponto na  na UPA do Renascença, com duas viaturas de suporte básico e uma motolância.
Zona Sul:  no  hospital do Monte Castelo - com duas viaturas de suporte básico-  e no Hospital do Promorar - com duas viaturas de suporte básico.

Atendimentos 2019

Além de alertar para o uso correto do 192 para evitar trotes, o SAMU também divulgou um balanço dos 30.508 mil atendimentos em 2019. Deste total, 29.235 foram na zona urbana e 1.273 na zona rural de Teresina. 

A Fundação Municipal de Saúde informou que "as maiores demandas do SAMU em 2019 foram  de atendimentos de urgências clínicas em adultos: no total de 10.516 pessoas atendidas (34,14% na zona urbana e 39,27% na zona rural)". 

Traumas por acidente de trânsito: 5.687 pessoas beneficiadas (17,93% na zona urbana e 18,90%na zona rural). 
Urgências Psiquiatras: 931 casos.
Urgência Obstétrica: 1.010 casos na cidade e 214 na zona rural

O SAMU também prestou assistência em situações de afogamento, queimaduras, choque elétrico e envenenamento. No entanto, o percentual não foi informado.