Tragédia

Mais de 30 famílias perderam tudo com chuvas em Teresina; mulher relata trauma

Famílias tiveram prejuízos materiais em decorrência da forte chuva que caiu sobre Teresina na última terça-feira (21).

23/04/2020 16h49Atualizado há 4 meses
Por:
Fonte: Cidade Verde
72
Fotos:DefesaCivil
Fotos:DefesaCivil

Balanço parcial da Defesa Civil Municipal mostra que ,pelo menos, 31 famílias tiveram prejuízos materiais em decorrência da forte chuva que caiu sobre Teresina  na última terça-feira (21).

O gerente da Defesa Civil Municipal, Antonio Linhares, disse ao Cidadeverde.com que os 31 atendimentos foram feitos apenas na zona Leste da capital. Segundo ele, em todas as situações as famílias perderam tudo o que tinha nas casas. 

 “Foram casos em que a água invadiu as casas e as família perderam tudo, entre móveis , eletrodomésticos, roupas, alimentos. Esse é um balanço parcial porque os  atendimentos ainda estão em andamento”, explica o gerente da Defesa Civil, que ressalta que em nenhum atendimento houve vítimas. 

“Foram todos prejuízos materiais”, afirma. A maioria dos atendimentos foi no bairro Ininga, São Cristóvão e Vila Madre Teresa. 
O gerente da Defesa Civil explica que pessoas em situação de risco podem acionar o órgão através do telefone 153.

Água no pescoço
Uma das famílias que perdeu tudo durante a chuva da última terça-feira é a da diarista Silvana da Silva. Ela conta que a água invadiu sua casa, no Parque Universitário, na zona Leste, e se não saísse rápido da residência tinha sido arrastada pela correnteza.

Ainda muito traumatizada, Silvana conta que o muro da casa caiu. “Eu ouvi um estrondo. Pensei que era algo caindo do céu. Quando abri a janela do meu quarto a água invadiu forte. Peguei minha mãe, meu filho de 19 anos e um casal que estava lá em casa e fizemos uma corrente humana para sair da casa. A água já estava no meu pescoço. Eu estou muito assustada ainda”, relembra. 

A casa está com risco de desabar e a família está dormindo na casa de irmãos.

Sem trabalho por causa da pandemia do coronavírus, Silvana pede ajuda para poder reconstruir a casa e comprar móveis. Quem quiser ajudar pode entrar em contato através do telefone 86 994501357.