Corona Vírus

Pesquisa de investigação sorológica estima Teresina com 7.697 casos de coronavírus

A pesquisa ocorreu em duas etapas: de 16 a 19 de abril e 24 a 25 de abril. Ao todo, 1.800 pessoas foram testadas em caráter aleatório.

29/04/2020 17h54Atualizado há 2 meses
Por: Tâmara
Fonte: G1
41
Foto: Reprodução/Instituto Opinar
Foto: Reprodução/Instituto Opinar

A Prefeitura de Teresina apresentou nesta quarta-feira (29) os resultados da Pesquisa de Investigação Sorológica, que testou 1.800 pessoas em caráter aleatório. De acordo com os dados, a estimativa é que Teresina tenha 7.697 casos de coronavírus, sendo os jovens os mais infectados (31%).

A pesquisa ocorreu em duas etapas: de 16 a 19 de abril e 24 a 25 de abril. Na primeira, dos 900 pessoas testadas, cinco deram positivos para Covid-19. Já na segunda testou a mesma quantidade e detectou oito casos.

Dos resultados da primeira etapa mostraram Teresina com 4.843 infectados no fim de semana, o que representa 0,56% da população. Para cada um caso confirmado, 100 infectados, sendo os casos confirmados oficiais de 41.

Na segunda etapa, os casos positivos chegaram a 7.697, equivalente a 0,89% da população teresinense. Foi possível observar uma subnotificação de 1 caso para 63, sendo neste período os casos confirmados oficiais de 122.

Comparando as duas etapas houve um crescimento de 59% de casos da primeira para segunda fase. No entanto, uma queda na subnotificação de infectados.

"Possivelmente porque está sendo aumentado a testagem. Essa pesquisa, ao contrário dos outros estados, será feita em Teresina a cada sete dias", explicou o médico Rodrigo Mello.

Na distribuição dos casos estimados de coronavírus por zonas de Teresina, a maioria das pessoas infectadas está na Zona Leste (38%), seguido pela Sudeste (23%), Sul (23%) e Norte (15%).

A pesquisa também analisou a ocupação das pessoas com cassos positivos de Covid-19.

Durante as coletas, foram levantados dados sobre as doenças pré-existentes dos casos positivos. A maioria (15%) apresenta pressão alta e obesidade e apenas 8% tem asma.

Enquanto aos sintomas apresentados pelos casos positivos de coronavírus, todos os entrevistados declararam sentir mais de um sintoma.

As amostras foram coletadas de 78 Unidades Básicas de Saúde (UBS) Urbanas. Quinze equipes de coletas do Instituto Opinar e técnicos Fundação Municipal de Saúde aplicaram os testes rápidos e fizeram visitas residenciais e individuais.