Pandemia

Brasil tem 26.754 mortes e 438.238 casos confirmados de covid-19

Ministério da Saúde confirmou 1.156 óbitos e 26.417 infectados, de ontem para hoje. Governo federal estima que 177.604 pessoas estão curadas

28/05/2020 20h40Atualizado há 3 meses
Por: Portal suldopiaui.com.br
Fonte: R7
1.084

O Ministério da Saúde confirmou 1.156 mortes por covid-19 nas últimas 24 horas. De acordo com o último balanço, divulgado nesta quinta-feira (28), 26.754 pessoas morreram desde o início da pandemia no Brasil. 

Diante dos novos dados, o país se aproxima ainda mais da Espanha (27.119) —5º em número total de óbitos. Na ponta do ranking, segundo a Universidade Johns Hopkins, estão os Estados Unidos (101.002). Reino Unido (37.919), Itália (33.142) e França (28.599) aparecem na sequência em quantidade de perdas fatais.

Após o Brasil ultrapassar a marca de 400 mil casos confirmados, as secretarias estaduais e municipais de saúde notificaram 26.417 infectados entre ontem e hoje. Com isso, o contingente de diagnosticados foi para 438.238. Quase 6 milhões foram contaminados em todo o mundo. 

 

Pelas estimativas do governo federal, 177.604 pessoas estão recuperadas da covid-19. Com isso, o país ocupa o segundo lugar em número de curados da doença em todo o mundo, atrás apenas dos Estados Unidos (391.508) e à frente da Alemanha (163,232). 

Integram o grupo, de acordo com o Ministério da Saúde, todos os diagnosticados que enfrentaram os 14 dias de quarentena preventiva e, também, aqueles que receberam alta dos leitos hospitalares. Considerando os dados do último balanço, é possível identificar um crescimento constante do indicador. 

SP tem três vezes mais curados que óbitos

 

O estado acumula um total de 18.955 altas de pacientes que tiveram confirmação de covid-19. O número é 2,7 vezes maior que o total de mortes provocadas pela doença – 6.980 desde a primeira confirmação. 

Conforme atualização da Secretaria Estadual de Saúde, há ainda 2,5 mil pacientes em hospitais de São Paulo, sendo 4.701 em UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) e 7.805 em enfermaria. 

A taxa de ocupação de leitos intensivos está em 77,4% em todo o território paulista e 89,2% na região Metropolitana. 

Ao todo, 95.865 pessoas já foram diagnosticadas com a doença no estado, com pelo menos uma ocorrência em 517 municípios. Destes, 257 apresentaram pelo menos um óbito.