PIB

Auxílio emergencial terá impacto de 2,5% do PIB na economia, diz estudo

Efeito será mais significativo no Nordeste, onde o benefício representará 6,5% do PIB da região

12/08/2020 16h34
Por: Portal suldopiaui.com.br
Fonte: UOL
805

O impacto médio do auxílio emergencial de R$ 600 na economia será de 2,5% do PIB (Produto Interno Bruto) de 2019, segundo estudo da UFPE (Universidade Federal de Pernambuco). Proporcionalmente, o efeito será ainda mais significativo no Nordeste, onde o benefício deve representar 6,5% do PIB da região em 2019.

Em valores absolutos, esses 2,5% equivalem a R$ 182,5 bilhões. Em 2019, o PIB do Brasil ficou em R$ 7,3 bilhões, de acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).