Saúde

Brasil tem mais de 200 infecções por variantes do coronavírus

Grande maioria dos casos envolve a cepa P.1, identificada no fim do ano passado no estado do Amazonas

23/02/2021 15h20
Por: Portal suldopiaui.com.br
Fonte: R7
1
Mutações do Amazonas e Reino Unido são tratadas como
Mutações do Amazonas e Reino Unido são tratadas como "preocupantes" pela OMS - (Foto: Divulgação/NIAID-RML)

O Ministério da Saúde já contabilizou 204 registros de infecção por duas variantes de atenção do coronavírus causador da covid-19, informou a pasta nesta terça-feira (23).

Deste total, 183 registros são da cepa P.1, identificada no fim do ano passado no Amazonas, estado que responde por 60 casos. Em seguida, aparecem São Paulo (28), Goiás (15), Paraíba (12), Pará (11), Bahia (11), Rio Grande do Sul (9), Roraima (7), Minas Gerais (6), Paraná (5), Sergipe (5), Rio de Janeiro (4), Santa Catarina (4), Ceará (3), Alagoas (2), Pernambuco (1) e Piauí (1).

Também foram confirmados 20 casos de covid-19 envolvendo a variante B.1.1.7, descoberta no Reino Unido.

Onze deles foram detectados em São Paulo. Os demais ocorreram na Bahia (6), Goiás (2) e Rio de Janeiro (1).

Não há registros até agora no Brasil da variante B.1.351, que encontrada na África do Sul em meados do ano passado.

Classificadas pela OMS (Organização Mundial da Saúde) como "variantes de atenção" (variants of concern, ou VOC, na sigla em inglês), as cepas do Reino Unido, África do Sul e Brasil têm similaridades que as tornam mais infecciosas.

Embora detectadas em locais diferentes do planeta, as cepas possuem mutações na proteína de pico (spike), que é por onde o vírus se liga aos receptores humanos no momento da infecção.