Terça, 19 de Outubro de 2021
(86)999653568
Geral Piauí

Obras da PPP da Transcerrados terão início em dezembro

Nos primeiros cinco meses, serão feitos os trabalhos iniciais, que é resgatar a rodovia nas condições que ela está e o que se pode aproveitar de trafegabilidade, sinalização vertical e horizontal, e até o sétimo mês entregar a primeira praça de pedágio.

12/10/2021 16h30
Por: Portal suldopiaui.com.br Fonte: Secom Piauí
Foto: Reprodução/Secom Piauí
Foto: Reprodução/Secom Piauí

A concessionária Grãos do Piauí, contratada para gerir a Rodovia Transcerrados por meio de uma parceria público-privada (PPP), quer finalizar a implantação da estrada em um ano. Esse foi o desejo expressado pelos gestores da empresa, em reunião com a equipe da Superintendência de Parcerias e Concessões (Suparc), nesta terça-feira (12), para discutir o início das ações da PPP. No próximo dia 18, será assinado o termo de transferência que oficializa o início da gestão da concessionária, e a partir daí, dentro de 30 dias, serão iniciadas as obras na rodovia.

Na próxima semana, será realizado encontros com prefeitos dos municípios atendidos pela Transcerrados, além de produtores da região, para tratar do plano de ação da concessionária, detalhando obras, impactos, benefícios, investimentos e serviços. “A previsão de geração de emprego, no auge da implantação da rodovia, será de 200 postos de trabalho diretos e 800 indiretos, sendo prioridade a contratação de pessoas e empresas dos municípios piauienses atendidos por essa estrada. A contratação de pessoal será feita em parceria com os municípios e enfatizando acessibilidade e inclusão social”, explica Viviane Moura, superintendente da Suparc.

A Transcerrados compreende as rodovias PI 397 e PI 262 (estrada da Palestina) e corta 25 municípios piauienses. A concessionária é responsável pelos serviços públicos de implantação, recuperação e manutenção nos 276,8 km da estrada. O contrato de concessão é de 30 anos e a previsão é de investimentos superiores a R$ 800 milhões. A rodovia se destaca como rota de escoamento dos grãos produzidos no Matopiba, território que reúne os cerrados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia.

A PPP inclui serviços como pontos de internet, ambulância, guincho, ponto de apoio para caminhoneiros com banheiros e dormitórios, além de oportunidades de receitas acessórias como restaurantes, oficinas e postos de gasolina ao longo da rodovia. “A Grãos do Piauí é uma concessionária de serviços rodoviários, que abrange não só a obra na rodovia, mas também trabalhos de responsabilidade social a serem desenvolvidos de acordo com as demandas da população da região sul do estado”, aponta Márcio Frota, diretor-presidente da Grão do Piauí.

Obras da PPP da Transcerrados terão início em dezembro
Foto: Reprodução/Secom Piauí

Ele1 - Criar site de notícias