Terça, 30 de Novembro de 2021
(86)999653568
Saúde ALERTA

Comitê recomenda uso de máscaras e passaporte de vacina em eventos no Nordeste

Situação alarmante

17/10/2021 20h55
Por: Redação Fonte: Portal Cidade Verde Piauí
Comitê emite alerta
Comitê emite alerta

O Comitê Cientifico do Nordeste fez recomendações aos estados da região para que continuem com as medidas de prevenção à covid-19. A instituição orienta os governos a não relaxarem o uso de máscaras e exigir o passaporte de vacina para acesso a eventos.

"É muito importante que os Governos Estaduais mantenham as atuais medidas restritivas estabelecidas por decreto, com eventuais flexibilizações pontuais, até que a epidemia esteja controlada, com os números de novos casos e óbitos diários semelhantes aos de outras doenças. Em especial, o C4 recomenda a manutenção do uso obrigatório de máscaras nos transportes coletivos, em bares, restaurantes, hotéis, estabelecimentos comerciais e industriais, teatros e cinemas, escolas, templos religiosos, academias de ginásticas, estádios de futebol, e demais espaços onde há aglomeração de pessoas", diz o boletim divulgado pelo Comitê.

Como reforço na segurança, o Comitê pede ainda que os estados exigam  a apresentação do passaporte de vacinação como condição para ingresso em teatros e cinemas, templos religiosos, academias de ginásticas, estádios de futebol, e outros espaços.

"Com o avanço da vacinação e a garantia da oferta de vacinas, a quase totalidade da população adulta encontra-se vacinada, pelo menos com a primeira dose. Assim o C4 recomenda que os Governos Estaduais e Municipais estabeleçam a apresentação do passaporte de vacinação", afirma o órgão.

O Comitê peda ainda que os governos realizem estudos que gerem evidência sobre as razões que uma menor parte da população não buscou a primeira dose, ou em tomando a 1ª dose não completou o esquema vacinal com a 2ª dose.

"Estas evidencias podem orientar ações que atinjam grupos que por hesitação ou dificuldades operacionais não têm completado adequadamente o esquema vacinal", diz o documento.

Sobre as aulas presenciais, a recomendação é que as autoridades estaduais e municipais assegurem que as escolas tomem medidas para tornar o ambiente seguro do ponto de vista sanitário, mas também, em outros aspectos, como segurança alimentar, física e emocional de todo o corpo social da escola, tanto dos estudantes como dos professores e funcionários.

Medidas a serem seguidas:

Medição diária da temperatura de todos o corpo social, uso obrigatório de máscaras, distanciamento físico, higienização das mãos, dentre outras; Realizar obras nos espaços físicos da escola visando aumentar a ventilação natural das salas de aula e outros espaços frequentados por alunos e professores; Incrementar a vigilância epidemiológica (VE) nas escolas, com a articulação de ações da VE à Atenção Primária à Saúde, mediante o estabelecimento de canais de comunicação rápida, para o controle efetivo de surtos na comunidade escolar, a qual envolve os trabalhadores da educação e da assistência social, estudantes e suas famílias; Implementar a capacidade de identificar, isolar e testar(preferencialmente com RT-PCR ou teste de antígeno) qualquer pessoa na escola que apresentar sintomas, bem como seus contatos; Exigência de passaporte de vacinação de todas pessoas com idade igual ou maior que aquela que está sendo vacinada no município.

Reportagem, do Jornalista Hérlon Moraes.

Ele1 - Criar site de notícias